quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Invocação do Mal x O Exorcista




Há um novo frisson no cinema, principalmente no segmento do terror. Invocação do Mal ainda nem estreou no Brasil e já é tema de discussões e debates acalorados em sites especializados.

Uma quantidade considerável de sites e fãs estão afirmando que esse longa tirou o posto de O Exorcista; algumas publicações chegam a usar o seguinte título: "O Exorcista, quem?"

Sabendo disso, resolvi ver o filme e dar a minha opinião sobre o assunto. Para facilitar o debate eu vou dividir essa matéria em tópicos, abortando cada um dos pontos que eu considero cruciais para fazer tal comparação.

A HISTÓRIA

Ambos os filmes são baseados em histórias reais e isso sempre foi um tempero mais que especial para o gênero.

Tanto O Exorcista quanto Invocação do Mal fizeram um excelente trabalho no que diz respeito ao roteiro. As histórias ficaram bem contadas e as alterações necessárias (para adaptar uma história real para o cinema), não prejudicaram o enredo ou mesmo forçaram a barra ao ponto de você achar tudo uma palhaçada e deixar de acreditar nelas.

TEMPEROS EXTRAS

Neste quesito, o atual queridinho dos fãs trabalhou os temperos dentro do próprio filme, enquanto que O Exorcista é repleto de boatos e histórias assustadoras em seus bastidores.

Comecemos a falar de Invocação do Mal: O filme não mantém o foco só no exorcismo. Muito antes do tão esperado exorcismo ficamos imersos em cenas de fantasmas e, ainda junto a esses dois elementos, temos a "magia" (possessão de objetos, maldições etc.). Pode parecer um tanto confuso com essa minha descrição, mas, pra falar a verdade, não é.

O Exorcista: Quem não se lembra dos boatos de mortes, brigas, lesões e por aí vai durante as gravações? Culpa do “coisa ruim”, ou não, esses boatos só aumentaram o sucesso do longa.

IMPACTO X ÉPOCA

Grande parte do sucesso de O Exorcista se dá pela inovação para a época. Aquela geração não estava acostumada a ver filmes de terror com aquela intensidade. Já a nossa geração está acostumada com filmes extremamente assustadores, macabros e sangrentos.

Invocação do Mal não traz nada de inovador nesse sentido, aliás, não traz nada de inovador em sentido nenhum. A fotografia, a iluminação, a intensidade, os apelos, tudo isso não é diferente de outros filmes do mesmo gênero. Seu grande diferencial está na qualidade geral do trabalho. Perto dos lançamentos recentes, ele tem uma qualidade excelente. Mas, volto a dizer que, no que diz respeito à inovação, ele não traz nada.

CLÁSSICO

Claro que Invocação do Mal ainda não teve tempo de alcançar o status de clássico. E, sinceramente, acho que ele não chegará a alcançar.

O Exorcista tem 40 anos de idade e ainda hoje é referência. Eu nasci 24 anos após sua estreia. Devo ter visto esse filme na minha pré-adolescência e, sinceramente falando, não senti tanto medo quanto minha mãe disse ter sentido. Mas não tenho a mentalidade daquela época, estava mais acostumada a filmes com mais tecnologia disponível e por aí vai. Mas foi um filme que me marcou.

Quando um filme ganha o status de clássico isso deve ser respeitado. Por mais que surjam novos filmes bons, esses nunca vão apagar aquele já consagrado. O Exorcista não ganhou o título de filme mais assustador de todos os tempos à toa; da mesma forma que não virou um clássico da noite para o dia.

Não quero tirar o mérito de Invocação do Mal, ele é realmente um filme muito bom. Mas não é o mais assustador dessa geração, não é inovador e não vai conseguir de forma alguma ocupar o lugar de um clássico consagrado.

  2 comentários:

  1. acho que jamais será feito um filme como o Exocista só se for algo que Revolucione o Mundo do Cinema como o Exocista fez até Hoje gosto de ver aquele Tom Sombrio antigo deixa qualquer um Animado pra assistir mais Invocação do Mal é um Obra Prima No Mundo de Hoje filme Muito bem Dirigido Pelo James , e Cinceramente que atuação Da Vera Farmiga hein? Nossa eterna Norma Bates ta arrebentando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, são filmes diferentes. Gostei bastante de Invocação do Mal, mas ainda assim acredito que ele não consiga alcançar o status de clássico... Só o tempo vai dizer. rs
      O importante é vermos que não há como ele substituir O Exorcista, um clássico jamais é substituído.

      Excluir

Siga por E-mail

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.